Projeto Poeta na Escola - Emmanuel Marinho

Poeta Emmanuel Marinho apresentou espetáculo Satilírico para alunos dos terceiros anos

O poeta douradense Emmanuel Marinho, natural de Dourados, membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, esteve em nossa escola, nos dias 05 e 06 de setembro, apresentando o espetáculo "Satilírico". O evento foi organizado pela direção da escola, Maria Carvalho e Helena Satorre, coordenadora Neuza Ferreira, professoras de Língua Portuguesa Ana Maria dos Anjos, Andréia Cassiatorre e Marisa Canterle, em parceria com os alunos de terceiros e segundos anos, do Ensino Médio, dos três períodos. A escola Presidente Vargas organizou a vinda do poeta douradense Emmanuel Marinho na escola, como ação dos Projetos "Poeta na Escola" e MS: 40 anos, desenvolvido pela professora de Ana Maria dos Anjos Martins Barbosa, com vide-diretora Helena Satorre e Coordenadora Pedagógica Neuza Ferreira, com o objetivo de o poeta apresentar espetáculo "Satilírico", num dialogo entre a obra literária, que leva o mesmo nome, "Satilírico", a qual reúne poemas indicados para o Vestibular 2018 da UFGD. Pelo fato de a escola contar com considerável número de estudantes vestibulandos, nos três períodos de aula, foi oportunizado este momento na própria escola, sendo momento bastante interativo, com os alunos dialogando com o poeta, declamando poesias e cantando músicas. Ao final das apresentações, Marinho vendeu livros, a preços acessíveis, para os alunos. Na oportunidade, o poeta declamou, cantou e também contou estórias de Dourados, do estado e também apresentou os poemas da obra "Satilírico". O evento compõe ainda ação no projeto MS: 40 anos, em desenvolvimento pela escola.

Biografia de Emmanuel Marinho

Emmanuel Marinho, nasceu em Dourados/MS. Poeta, ator e educador, é considerado uma das maiores referencias da cultura de Mato Grosso do Sul. Com formação acadêmica em psicologia na UNIP e pós-graduado em artes cênicas pela UFRJ. Compõe poemas, edita-os em livros e os interpreta no teatro e na música. Publicou os livros: "Ópera 3" ,1980, "Cantos de Terra",1982, "Jardim das Violetras", 1983, "Margem de Papel",1994, "Satilírico",1995, "Caixa de Poemas",1997 e "Caixa das Delícias", 2003.Na música, o CD "Teré", 2004 e o CD Encantares, 2015. Com seus espetáculos solos, inspirados em seus poemas, o multiartista excursiona, desde 1994, pelo Brasil, América Latina e Europa, sempre com sucesso de público e da crítica. O Poeta Emmanuel, por sua importante atuação junto à comunidade recebeu os Prêmios: Marçal de Souza - Pela Defesa dos Povos Indígenas, concedido pela Câmara Municipal de Dourados – MS em 1995, Cidadão Da Paz, concedido pela Comunidade Bahá’i do Brasil em 1996, e novamente o Prêmio Marçal De Souza - Pela Defesa dos Direitos Humanos - concedido pela Assembléia Legislativa de MS em 1997 e a Homenagem do Circuito Cultural Banco do Brasil em 2002, com Heitor Cony, por seu trabalho de literatura, o prêmio Marco Verde, pelo Cd "Teré", no mesmo ano e ainda homenagem dos Correios por seu trabalho a favor da leitura, em 2007. Prêmio FUNARTE Circulação Literária/2010 – . Prêmio Rubens Corrêa de teatro/FCMS/2011 – O Poema Secreto de S.J. Prêmio FUNARTE de Teatro Myriam Muniz 2012 – Tudo Porã por Aqui. Em 2015 recebeu a outorga de Guardião dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – ODM e dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, do Programa das Nações Unidas/ONU. Em outubro de 2015 foi condecorado no grau de Comendador na Ordem Guaicurus do Mérito Judiciário, pelo TRT- MS.